Transforme a experiência de passageiros com a Nova Capacidade de Distribuição (NDC)

Nova Capacidade de Distribuição IATA: Overview e Implementação

Por Antoine Rizk

A NDC, Nova Capacidade de Distribuição, criada pela IATA, é uma norma de distribuição em formato XML com o objetivo de facilitar a troca de dados entre companhias aéreas e agências de viagens de negócios.

A NDC oferece diversas possibilidades: permite às companhias aéreas publicarem e comunicarem ofertas personalizadas e mais dinâmicas; e às TMC (Travel Management Companies) a possibilidade de oferecerem aos passageiros serviços adicionais (bagagem adicional, mais espaço no assento, uma refeição de qualidade superior a um custo, acesso às salas VIP dos aeroportos etc.)

Por ser uma norma recentemente criado pela IATA, a NDC ainda não é obrigatória. Mas as companhias aéreas precisarão, em um futuro próximo, estarem conformes com essa regulamentação, principalmente contando com a pressão colocada por canais indiretos como a OTA (Online Travel Agencies) e a GDS (Global Distribution Systems).

A vantagem estratégica da NDC para companhias aéreas é a habilidade de evitar a GDS e ter acesso a informações valiosas sobre o perfil dos passageiros. Antes da NDC, as companhias aéreas publicavam suas tarifas, horários e disponibilidade para a GDS, TMC e OTA, sem nenhum contato virtual com o cliente final, e sem possibilidade de oferecer serviços sob medida, serviços adicionais ou valores específicos.

A adoção da NDC é suportada tanto pelo aumento de receita quanto por fatores de redução de custo.

As capacidades de geração de receita incluem:

  • Diferenciais de produto: habilidade em demonstrar características competitivas que possam ser exclusivas à oferta, influenciando a decisão de compra
  • Tarifas familiares: a exibição de pontos de preço múltiplos, com valor aumentado, pode resultar em upsell
  • Auxiliares: a oferta de produtos adicionais, como acesso à sala VIP, pode influenciar na decisão da compra
  • A NDC é uma oportunidade de redução de custo, já que pode desencadear a modernização de uma infraestrutura, muitas vezes ultrapassada, reduzindo custos de fornecedores ao aumentar o número de players.

As companhias aéreas adotarão a NDC, principalmente, para se destacarem da concorrência e aumentarem sua receita com novas ofertas de produtos e serviços. A NDC pode ser utilizada de diversas formas, com ofertas personalizadas sob medida para cada cliente, e também com a adição de serviços prestados por terceiros, como uma oferta de serviço de traslado.

Meta: adoção da norma por 80% dos passageiros

A adoção da NDC está bem encaminhada. Mais de 40 companhias aéreas já aderiram à nova norma, e os 2/3 restantes estão no processo de desenvolvimento de projetos. Mais de 50 fornecedores de tecnologia já estão certificados.

A IATA espera que até 2020, as companhias aéreas que representam 80% dos passageiros, já tenham adotado a nova norma, que é atualizada a cada 6 meses.

Para algumas companhias, a NDC se tornou tão estratégica a ponto de revisarem seu relacionamento com as GDS como Sabre, Amadeus e Portravel.

A British Airways, e sua subsidiária Iberia, por exemplo, decidiram cobrar uma taxa de £8.00 por cada tarifa de reserva no sistema que não utilize a conexão com a Nova Capacidade de Distribuição. A regra entrará em vigor a partir de novembro de 2017, em tarifas de todos os tipos de classe ou categoria.

Como implementar a NDC da IATA

A NDC é uma série padrão de mensagens XML que permitem o back-office da companhia aérea a comunicação com parceiros como as TMCs, OTAs, GDS e parceiros interline.

A comunicação é feita via API, que é seguramente publicado e disponibilizado para calls externas.

A publicação das APIs pode ser facilmente realizada por meio de um API Gateway. Você deve considerar as seguintes capacidades ao procurar uma solução de API Gateway:

  • Um Gateway que integre sistemas verticais e horizontais, oferecendo uma solução fim-a-fim;
  • Permita a publicação de APIs de forma fácil e segura, para conectar perfeitamente suas aplicações de back-office, e também conectá-las com seus clientes e fornecedores;
  • Permita a publicação segura de APIs por consumo pelos usuários de aplicativos;
  • Permita que você acompanhe o envolvimento de seus clientes e monetize seu uso.
Previous Article
ASSISTA AO WEBINAR: Quando falamos em transformação digital, é quase impossível as APIs ficarem de fora

Next Article
Implementação de ecossistema digital nos aeroportos de Milão
Implementação de ecossistema digital nos aeroportos de Milão